Indy Experience Rio – Photos by Ruy Hizatugo

Duas da manhã, levanto de sobressalto, o celular berrando num claro prenúncio de algo errado, celular de produtor tocando de madrugada com job na rua é sinal de bucha.

A carreta de Hollywood passa em desabalada carreira em frente a Souza Cruz na Elizabeth de Robiano na marginal Tietê, devia estar a 110 km por hora o limite da marginal naquela época, seguida de perto por um carro escuro, com insulfilm preto e um adesivo daqueles que pareciam vidros estilhaçados escrito “branca pura”, e nada da escolta.

Para os seguranças da Souza Cruz tratava-se de uma tentativa de assalto e acionaram imediatamente a polícia que fechou o fim da marginal Tietê, e todo mundo mão pra cabeça… começou assim o job “Hollywood Indy Experience”… mas voltando um pouco no tempo!

Após dias trabalhando na produção do evento pra Barretos, nossas ações de Verão sempre eram “lançadas” na Festa do Peão de Barretos, fui surpreendido com esta solicitação que a ação teste desta vez fosse na inauguração de um Posto de gasolina na Barra da Tijuca-RJ e em outro em Botafogo- RJ. isso muda tudo; para a produção de Barretos teríamos ainda um mês, mas para o novo roteiro apenas uma semana.

O tema de Verão seria “Experience”, montamos uma carreta e estávamos a transformando em um “museu de grandes novidades” como diria Cazuza, e faziam parte deste museu vários itens como: o carro original de Formula Indy Lights, um show car de Formula Indy do Tony Kanaan, dois games simuladores de Formula Indy, capacetes, macacões, luvas, as balaclavas do Tony e do Felipe Giaffone que corria na Indy Lights, um motor Mercedes, e um volante cheio de botões novidade na época, além de uma exposição fotográfica e projeções em telão e tudo original de um valor absurdo.

Indy Experience Rio – Photos by Ruy Hizatugo



Flávio Alves, nosso produtor de campo havia praticamente dormido a semana toda no galpão preparando a carreta, instalando equipamentos, revestimento interno, fabricando cases para os equipamentos e entendendo a mecânica de abrir e fechar a sala de vidro da carreta, uma sala de vidro que saia para fora da carreta, aumentando a área de exposição e a visibilidade.
A carreta era um show á parte, um espetáculo no abrir e fechar, muito bem elaborada.

Eu acelerava a pré-produção fechando os contratos com os postos de gasolina, contratando recepcionistas, uniformes, hotel, seguranças, seguros, licenças, os produtores locais e apoios, os brindes… enfim todos os detalhes deste evento que rodaria até o Verão.

Indy Experience Rio – Photos by Ruy Hizatugo




Saí do depósito por volta de meia noite, onde se realizava o set up, autorizei que ela seguisse para o Rio assim que a escolta armada chegasse, a escolta acompanharia a carreta até o destino, o Flávio havia ido para casa para arrumar as malas, iriamos de avião na manhã seguinte.
O meu fiel escudeiro e produtor Américo, ficou para aguardar a escolta e liberar a carreta, mas voltemos ao primeiro parágrafo.

Ao celular era o Américo me avisando que a polícia os havia parado no final da marginal, todo mundo com as mãos na cabeça, revistas e muito bate-boca, queriam levar todos em cana, me desloquei pra lá pra resolver a situação.

A escolta havia se perdido da carreta, Oi???? como assim perdeu uma carreta vermelha toda adesivada com um carro de formula Indy nas laterais??? impossível… e por telefone mesmo mandei a empresa trocar a equipe de escolta

Indy Experience Rio – Photos by Ruy Hizatugo



Cheguei ao local e já constatei que o carro escuro com o adesivo da “branca pura” era dos apoios de produção que iriam acompanhar a carreta até o Rio para finalizar detalhes que ficaram para depois, aqueles “detalhes” que a produção só termina a 3 minutos antes do evento começar.

Me apresentei aos policiais e ficamos um longo tempo conversando, mostrando notas fiscais, autorizações, alguns telefonemas, revista em toda a carreta e após muita ponderação estávamos liberados para seguir.

Assim que chegou a nova equipe da escolta pedi ao Américo que fosse seguindo o comboio de carro até o Rio, para resolver qualquer problema que aparecesse, o coitado estava só com a roupa do corpo, mas vida de produção é assim, sempre sugeri aos meus produtores que sempre tivesse uma mala de roupas sobressalente para eventualidades o meu famoso kit “Ih se fud**”, mas ele saiu de casa sem o kit logo…dai o porque do nome do kit.
Os policiais foram muito gente boa, acompanharam o comboio até a entrada da Via Dutra e o comboio seguiu rumo ao Rio, eu por minha vez dei meia volta e fui pra casa arrumar a mala e seguir pra o Aeroporto.

Indy Experience Rio – Photos by Ruy Hizatugo



Chegamos ao Rio, e fomos direto ao PDV para recepcionar a equipe de apoio e aguardar a carreta que chegou logo em seguida, montamos pela primeira vez o Hollywood Indy Experience, o cliente chegou 30 minutos após o evento começar, som rolando.

Tudo funcionando mais um desafio superado e que venham novos desafios e a Festa do Peão de barretos. 

Gostou deste artigo? Curta, compartilhe, siga ou deixe comentários