Auditório Celso Furtado – Anhembi Sorteio da Copa das Confederações 2013
Em 2012 fui chamado a participar de um evento que deu um gás na minha já acelerada carreira de Eventos.

A produção do sorteio da Copa das Confederações de 2013 no Anhembi – SP.

Em alguns artigos, vou relatar fatos que não são de conhecimento do grande público, muitos detalhes e coisas legais e outras nem tanto, mas tudo é aprendizado e todo aprendizado vale a pena.

Recebi uma ligação do Irineu Rocha, me perguntando se eu gostaria de produzir com ele um sorteio, e se eu já tinha feito algum na minha vida. 

Ora bolas, eu já havia produzido vários sorteios em minha vida, para a Unilever, Nestlé, e tantas outras marcas, construindo piscinas de vidro com milhões de cartas dentro, ou mesmo despejando milhões de cartas de um helicoptero para que alguém pegasse uma, mas este sorteio seria diferente.

Antes mesmo que eu soubesse de que se tratava eu já estava em uma reunião falando sobre o briefing.

Fui descobrindo o tamanho do job conforme ia desvendando a planta que me apresentavam, para todos os outros participantes esta já era a décima reunião como muitas outras já haviam sido feitas.

Mas pra mim era a primeira, era como se eu fosse entrar no jogo após o intervalo, sem aquecer, para o segundo tempo.

Cada dia que se passava o job ia ficando maior e muito mais complexo do que todos previam, por isso me chamaram, e chamamos vários outros depois.

Em casos como este, a melhor solução é fazer cara de conteúdo, como se já estivesse sabendo de tudo, observe atentamente, fale o menos possível e absorva a maior quantidade de detalhes, preste muita atenção e depois da reunião corra atrás do prejuízo. E assim foi feito!

Éramos vários Diretores de Produção juntos no mesmo job, alguns dos profissionais mais feras do mercado, verdadeiras lendas da área de eventos, o mais alto gabarito, parecia à seleção Brasileira de 70.

Só para citar algumas feras:Irineu Rocha, Cláudia Modesto, Silvio Soares, Ronaldo Maciotti, Brenda Martins, Gabriela Thezouro, Milla Vieira e Fernanda FurtadoTodos juntos na mesma produção, além de muitas outras feras que vieram a se juntar ao projeto em etapas diferentes como o Chaveirinho, a LPL, M Checon, Gabi Som e a GTM.

Mas pra mim é sempre o maior aprendizado com a absoluta ausência de ego, apesar de tantas feras, foi uma aula de elegância e parceria numa Produção de Eventos.



Milhões de problemas apareciam a todo instante, e um de nós sempre tinha a solução.

Foram quase dois meses de produção direto, de segunda a segunda, sem nenhuma discussão, foi uma aula de companheirismo, mesmo sem tocar neste assunto todos estavam com o objetivo de fazer um excelente trabalho, de dar o seu máximo o que alcançamos de fato e com louvor entregando toda estrutura do evento, após 14 dias de montagem e um dia antes do combinado!

E olha que não era pouca coisa tivemos montagens em vários Hotéis, nos Aeroportos de Congonhas e Cumbica, Sambódromo, Auditório Celso Furtado, Auditório Elis Regina, no Hall do Palácio do Anhembi, fechamento do perímetro, aff e tudo no mais alto grau de qualidade.

Uma produção que entrou pra história da área de eventos.