Quem não gostou do filme Blade Runner?
Eu adoro este filme, mas tem uma passagem em especial que sempre me fez pensar sobre o meu futuro profissional.
No filme, o replicante moribundo Roy Batty, salvou Rick Deckard “o” Blade Runner, seu algoz.
Ele fez um monologo antológico e inesquecível, segurando uma pomba branca numa das mãos.
Este filme já teve sete versões, e na primeira delas o monologo foi assim:
“Eu vi coisas que vocês não acreditariam. Ataques a embarcações contra o fogo do ombro de Orion. Eu assisti os raios C glitter no escuro perto do Portão de Tannhäuser. Todos esses momentos serão perdidos no tempo, como lágrimas na chuva. Hora de morrer”.
Este foi o texto feito pelo ator Rutger Hauer, ele mudou o texto original um dia antes das filmagens.
Segue abaixo o texto original:
 “Eu conheci aventuras, vimos lugares que as pessoas nunca verão, eu fui Off world e voltei… Fronteiras! Fiquei de pé no convés traseiro de um intermitente para os Campos de Plutão com o suor em meus olhos assistindo as estrelas lutarem no ombro de Orion. Eu senti o vento em meus cabelos, montando barcos de teste nas galáxias negras e vi uma frota de ataque queimar como uma partida e desaparecer. Eu vi”!
Por isso escrevo sobre Produção de Eventos, não quero deixar as experiências se perderem, tudo o que eu um produtor de eventos vivenciei e vivencio na minha carreira deve servir de material para novos produtores.
Esta semana recebi uma mensagem de uma leitora chamada Gabriella Luiza de 19 anos, que me deu mais certeza do que farei no próximo ano.
Segue a mensagem na íntegra:
“Boa noite Ronaldo, tudo bem?
Hoje acabo de concluir minha faculdade de eventos pela FMU, aos 19 anos e tive a sorte de estar inserida desde o início neste mercado incrível, competitivo e com poucas oportunidades para quem era sem experiência como eu.
Hoje estava pensando em todas as razões, motivações e inspirações que tive para escolher essa área como profissão, você foi uma dessas inspirações que acabei conhecendo apenas neste ano e desde então tenho acompanhado seu blog, me senti na necessidade de reforçar que o quê você escreve educa os profissionais, motiva e nos faz refletir sobre assuntos que talvez na correria não conseguíssemos analisar.
Há três semanas apresentei meu TCC e o tema foi sobre a educação para o profissional de eventos, muito diferente dos meus colegas que vieram com agências e muito mais do mesmo. Escolhi educação por meio de capacitação e treinamentos para o profissional de eventos porque percebi como a grande maioria dos profissionais da área não estudou para produzir um evento, simplesmente estão lá por indicação e tiveram que aprender na marra a planejar, criar, organizar… Ou como muitos dizem “estava no lugar certo e na hora certa”, e assim conseguiram se inserir nesse mercado.
Investi nisso porque que acredito todos os profissionais devam se reciclar buscar saber mais para transformar seu trabalho, seu negócio, acompanhar o panorama atual, conteúdos como o seu ajudam a dar esse start, o que quero dizer é que diante da minha experiência acadêmica senti muita falta de livros novos sobre eventos, encontrei sempre edições atualizadas de livros antigos, nada de novo, ficaria muito feliz se visse conteúdo como os seus virando uma grande história, uma grande troca, as universidades precisam urgentemente disso, nós precisamos muito!
“Tenho muita admiração pelas suas histórias, abraço”.
Receber uma mensagem desta não tem preço, eu amo trabalhar em eventos, e hoje o universo conspirou a meu favor!
Por isso, no próximo ano vou me dedicar na produção de mais conteúdo para os estudantes de eventos.
Vou abrir cursos e me dedicar mais as palestras, para que não aconteça o disse o replicante de Blad Runner…
“Que Todos esses momentos sejam perdidos no tempo, como lágrimas na chuva”.

visite meu site:http://ronaldomaciotti.com.br