Peça-me pra aceitar, não para concordar e eu pensarei a respeito!

Quantas vezes você quer fazer a coisa certa e o cliente quer fazer do jeito dele?

E quantas vezes do jeito dele dá errado?

Produzir eventos também é isso, tenho me questionado dia após dia, estou aprendendo e relembrando comigo mesmo desde que comecei a escrever aqui, comecei a verbalizar coisas que sempre pensei.

Evolução!

Escrever é libertador, tenho descoberto alguns defeitos meus e assim podendo corrigir, ou ao menos tentando!

Saber reconhecer meus próprios erros foi para mim um grande passo no caminho da evolução, afinal deveríamos sempre evoluir.

Quantas pessoas você conhece que ao pedir uma opinião pretendem se tornam os donos da verdade, e sem respeitar o seu espaço tentam se apropriar do seu job, ou te induzir a aceitar suas ideias?

Reflexão!

Mais uma atitude que venho exercitando aqui, refletir antes de comentar algum post, se eu não puder contribuir ao menos com um sorriso acho melhor não fazê-lo.

Já li aqui que você é responsável pelo que diz e não pelo que as pessoas entendem, mas mesmo assim sempre tento me colocar no lugar do interlocutor, afinal se você para, pensa e respeita a opinião alheia à chance de aprender é gigante.

Acho que a palavra do dia é ouvir e não impor!