Caros amigos de eventos, ver e ser visto. “Quem não é visto não é lembrado”.
Verdade!

Os tempos mudaram, quando me procuram, aconselho a quem está começando recomeçando ou numa encruzilhada, participe da grande roda da vida!

Antoine-Laurent de Lavoisier Nascido em Paris, em 1743 já dizia “Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”

O que eu quero dizer com isso? Muitos profissionais de eventos estão à procura de novos trabalhos, ou clientes e a questão é…

Qual desafio você está a fim de encarar? Quanto você está preparado para este mercado que se reinventa todos os dias?

Como você está se preparando?

Ontem, conversando com um Diretor Artístico ele reclamava do “Produtor Nutella”. Calma, o título foi ele quem deu eu achei bem interessante.

Segundo ele, num job recente ele teve que falar com diversos produtores diferentes, um era responsável pela house mix, outro pela hospedagem, outro pelo A&B e assim por diante.

A cada demanda ele tinha que procurar um produtor diferente. Fiquei com a impressão que a nossa área fatiou a produção, diminuiu a responsabilidade e multiplicou a cobrança e assim burocratizou o que não podia, leva-se muito tempo para achar o verdadeiro responsável e num evento time is Money.

A pergunta é, como ser visto nesta babel que virou a produção?