Caros amigos de #eventos Todos os filmes e previsões mostravam que um suposto Armagedon viria do espaço, não é?

Pois criamos o nosso próprio filme de terror. Ou alguém hoje se deita tranquilo sem ao menos sentir um dos sintomas do Covid?

Eu sinto falta de ar só de pensar em não poder abraçar a minha mãe novamente.

Mas, tivemos algumas consequências “boas” depois do vírus: Veneza tem peixes de novo, cabras na Inglaterra, macacos na Tailândia, o céu azul e limpo de São Paulo, mas o que mais é preciso?

O planeta inteiro de joelhos diante de um lockdown, tendo que repensar a nossa posição na evolução ou involução como ser humano, podíamos ao menos pensar que o planeta está dando o troco!

Alguém discorda?

Quanto reciclamos de materiais em nossos eventos? O que reaproveitamos de recursos? O que está nos matando não conseguimos nem ao menos enxergar, mas constatamos que tantos equipamentos e insumos nas mãos de um ou dois fornecedores, no caso a China e a índia é um absurdo.

Sobre o nosso mercado, somos +ou- 6% do PIB Nacional. Precisamos de ajuda é claro, mas como é tempo de repensar o dia depois do amanhã; este é o meu exercício diário.

A hora da virada é agora, pensemos em como ajudar, mudar e reverter. EU! Sou voluntário, estou pensando em soluções e qualquer oportunidade, me chamem!

Pense!