Caros amigos de #eventos o que você faria se soubesse que tentariam invadir o seu evento?

Eu já passei por isso num jogo do Finasa/Osasco quando era o produtor das ações de marketing do time de vôlei, foi no segundo jogo da semifinal da Superliga, perdemos o primeiro na casa adversária e se perdêssemos o segundo seríamos eliminados.

Para mim, era óbvio que a torcida adversária viria em peso e pelo regulamento eramos obrigados a ceder 7% da lotação do ginásio. Mas eu sabia que eles viriam em número muito maior.

Para evitar uma catástrofe, a minha primeira providência foi numerar os ingressos dos visitantes e ao final deles fechamos os portões.

Aumentei a segurança e o staff no local e destinei um acesso exclusivo aos toilettes e bebedouros para que as torcidas não se encontrassem.

Instalamos telões nos estacionamentos e dividimos os torcedores que não entraram e reforçamos a segurança em todo o perímetro.

Tudo transcorreu sem nenhum incidente!

Aprendi no início da carreira que a única maneira de evitar tumulto num evento é manter a casa organizada, assim o visitante se sentirá constrangido e deslocado só de pensar em bagunçar.

Sempre deu certo!

Os governos sabiam desde janeiro que a pandemia viria, por que não organizaram a casa antes?

Eles não têm a mínima noção de planejamento.

#production