Caros amigos de eventos, a abertura do mercado se aproxima e na opinião dos “especialistas” até o final de julho. Acho tenso afinal quem são estes especialistas?


Assim como aconteceu na copa do mundo e nos jogos olímpicos muitas estruturas temporárias foram construídas, eram os overlays que foram todos entregues e agora são os hospitais de campanha que não foram todos entregues e nem serão; obras superfaturadas, mal administradas, sem equipamento ou pessoal, nas mãos de amadores ou golpistas.

Não tinha como dar certo e a explicação é simples.

Nos eventos esportivos, uma infinita quantidade de profissionais de eventos foi contratada, eu trabalhei por meses em Brasília e Manaus.

As operações foram planejadas por profissionais de eventos de qualidade invejável e que hoje estão espalhados pelo planeta contribuindo com outros países, e graças a qualidade impecável do nosso profissional de eventos!

Daí vem a pergunta, quem são estes especialistas que compram respiradores de adegas? Ou que não servem para a função respirar?

Quem foi o especialista que planejou o hospital de Goiás que vai inaugurar no fim da quarentena? Ou os seis do Rio, que já decretou relaxamento no isolamento?

Reabrir o mercado? Dará certo? Pergunte ao “especialista”, aliás, especialista em que?Caros amigos de eventos, a abertura do mercado se aproxima e na opinião dos “especialistas” até o final de julho. Acho tenso afinal quem são estes especialistas?


Assim como aconteceu na copa do mundo e nos jogos olímpicos muitas estruturas temporárias foram construídas, eram os overlays que foram todos entregues e agora são os hospitais de campanha que não foram todos entregues e nem serão; obras superfaturadas, mal administradas, sem equipamento ou pessoal, nas mãos de amadores ou golpistas.

Não tinha como dar certo e a explicação é simples.

Nos eventos esportivos, uma infinita quantidade de profissionais de eventos foi contratada, eu trabalhei por meses em Brasília e Manaus.

As operações foram planejadas por profissionais de eventos de qualidade invejável e que hoje estão espalhados pelo planeta contribuindo com outros países, e graças a qualidade impecável do nosso profissional de eventos!

Daí vem a pergunta, quem são estes especialistas que compram respiradores de adegas? Ou que não servem para a função respirar?

Quem foi o especialista que planejou o hospital de Goiás que vai inaugurar no fim da quarentena? Ou os seis do Rio, que já decretou relaxamento no isolamento?

Reabrir o mercado? Dará certo? Pergunte ao “especialista”, aliás, especialista em que?