Caros amigos de #eventos, que tal um camarote no show da Madonna no Morumbi? Mais uma missão quase impossível causada pela eterna burocracia, tivemos apenas uma semana para tocar o Job.

Mas, um camarote é “baba” de fazer, não é?

Sim, se não fosse para quatro mil convidados Vip, num estádio de futebol antigo e muito longe das modernas arenas de hoje.

O cliente, uma marca de cartões de crédito exigia que os convidados tivessem uma experiência única com toda a “sofisticação” em que ele se acostumou, tanto na segurança, no A&B, conforto físico e visual.

One shot!

VTs e reuniões com o marketing do Banco, gerente de produto e o tempo urge.

Neste momento o planejamento e escolha de parceiros é fundamental, não dá para vacilar e a melhor contar com pessoas de confiança, não é uma questão de “panela” e sim de sobrevivência, afinal é pouco tempo de criação, produção e operação.

Breve reunião de criação e nova VT para medidas, fotos, identificar entradas, problemas de cenografia, segurança, acomodações e principalmente ver o que caberia onde… e o principal, o alinhamento com o promotor do Show!

Quando você não pode errar, o embate com a criação é inevitável, eles querem tudo, o cliente acha maravilhoso e a produção é o chato com os pés no chão.

Não existe mágica! Mas o resultado compensa