Foto: VisualHunt


Caros amigos de #eventos Stan Lee foi um gênio ou um espírito iluminado? Teria sido o filme Guerra infinita um aviso do que estaria por vir? Apagar nossos semelhantes e colegas de batalhas como pó? Sem que ao menos pudéssemos nos despedir?

Lembram das cenas?

E o que falar de Endgame? Seria um novo recomeço? Do tipo volte atrás 10 casas ou anos e faça direito desta vez, não seja precipitado!

Esta semana assisti a uma palestra e a frase final me marcou bastante…

Volte para casa, mas não para a aldeia!

Qual seria esta aldeia? O descaso?

O sentido seria… já que paramos no tempo e temos a oportunidade de retornar, vamos tentar fazer a coisa certa e diferente do que antes?

Porém, o retorno que alguns almejam vai passar justamente por cima dos mais humildes como rolo compressor, eu não percebi esta mesma voracidade para ajudar justamente os mais humildes.

Nos Estados Unidos, as pessoas que aceitarem comparecer ao comício do Trump terão que assinar um termo de responsabilidade isentando a campanha e o candidato no caso de contágio.

Desapego!

Será que… se os eventos aqui no Brasil voltarem na velocidade que “alguns” desejam, todos seremos obrigados a assinar um termo parecido, apenas para não responsabilizar clientes por causar justamente aglomeração?

Nem o Homem de ferro escapou do ultimato!