Caros amigos de #eventos. Não é intrigante que os eventos corporativos, os quais podem ser altamente controlados ainda não possam voltar em vários países pelo mundo?

Enquanto bares, restaurantes, shopping centers e outros segmentos pelo mundo retornaram sem que ninguém ao menos saiba quem são os seus frequentadores… de onde vem… ou como ficaram após passarem por estes estabelecimentos, ou ainda para onde irão depois!

Na nossa área, temos condições de saber com exatidão o perfil de cada participante de um congresso, convenção, reuniões de negócios, lançamentos de produtos, etc. mas, continuamos sem autorização para retornar.

É no mínimo questionável quais seriam os reais motivos de um mercado tão importante para a economia mundial não poder retornar.

Ok! Podem imaginar que o público não seja consciente o suficiente para respeitar as medidas de isolamento, certo?

Errado! Esta desculpa não é suficiente já que no mundo corporativo se não houver disciplina e respeito não conseguimos seguir adiante.

Já nos segmentos acima citados não temos nem ao menos como avaliar já que a pluralidade dos frequentadores é ampla.

Só nos resta torcer #production #producer? É isso lei mais no link abaixo:

https://portalradar.com.br/eua-iluminara-de-vermelho-1-500-predios-para-pressionar-congresso-a-aprovar-lei-para-o-setor-de-eventos/