Caros amigos de #eventos clientes são fontes inesgotáveis de conhecimento. Parte dos meus posts foram inspirados em situações com eles.

Já escrevi sobre clientes que me perguntaram quem era a “Genie” e por que ela não trabalha aos domingos?!

Será que os produtores não podem descarregar o caminhão de cenografia?

Já fui até “convidado” a quebrar o galho como recepcionista.

São uma fonte sem limites de pérolas que me deixam mais perplexo do que bravo.

Mas, o item que mais causa estrago no evento é a falta de informação!
Pensando nisso, anos atrás desenvolvi uma forma de me comunicar com meus clientes. Eu os “bombardeio” com e-mails contendo informações importantes e as coloco em tópicos. E faço uma marcação colorida destacando a palavra mais importante.

Sim, é meio carnavalesco, chama a atenção e funciona pois é fácil identificar!

O produtor tem que jogar junto com o cliente, pense que se temos 600 itens em planilha, ele tem outros milhares para resolver até o Job.

Por causa da pandemia, tenho a impressão de que tanto clientes quanto fornecedores estão mais sensíveis, nervosos e dispersos.

O resultado é que mais uma vez nós produtores somos o fiel da balança, um misto de psicólogo e ombro amigo. O meio campo é nosso!

Respira fundo e vai! #production #producer